Oi, posso ajudar?
Estamos aqui para atendê-lo :)

10 perguntas sobre fachadas de vidro

Aprenda um pouco mais sobre a fachada de vidro com as 10 perguntas que trouxemos para você

Não são todas as vidraçarias que possuem conhecimento e técnica para a montagem de fachadas de vidro. Trata-se de uma área bastante técnica e que envolve riscos diversos, regulamentações técnicas, exigências legais e garantias extensas. A seguir, publicamos algumas das principais perguntas sobre fachadas de vidro, acompanhadas de respostas resumidas sobre esse tema que é bastante extenso.

1- Qualquer vidro pode compor uma fachada?

Não. Existem diversas normas técnicas, elaboradas no ambiente da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) que regulamentam o setor de esquadrias e fachadas. E, algumas dessas normas, especificam vidros de segurança laminados ou temperados em determinadas áreas de uso público ou em situações que envolvem riscos de acidentes.

2 – Existe diferenciação entre fachada comercial e residencial?

Do ponto de vista legal e teórico não, porém, na prática as fachadas comerciais costumam utilizar os vidros mais avançados e técnicos disponíveis no mercado. 

3 – Quando os vidros temperados são exigidos em fachadas?

Quando possuem função estrutural, ou seja, são suportados somente por ferragens ou por aparafusamento. E também quando instalados em divisórias ou portas verticais no piso térreo ou em portas ou divisórias internas, em alturas inferiores a um metro. Nesse caso, a intenção é evitar que uma criança possa se ferir ao atravessar uma barreira formada por vidro comum.

4 – Quando os vidros laminados são exigidos em fachadas?

São exigidos em guarda-corpos de vidro, em painéis basculantes ou que se abrem para fora ou quando o vidro faz a função de guarda-corpo, ou seja, quando instaladas acima do primeiro piso em alturas inferiores a um metro a partir desse piso.

5 – Uma fachada pode ser composta por vidros comuns a partir do primeiro piso?

Sim, infelizmente nossas normas permitem a utilização de vidros comuns em janelas. Felizmente, exige que o vidro esteja encaixilhado, protegido em suas quatro bordas e em painéis verticais não basculantes ou com abertura que se projete para fora da fachada em alturas superiores a um metro. 

6 – Como evitar que o calor solar transforme o edifício em uma sauna?

Existem cinco formas: 

  • Com a utilização de vidros de proteção solar como, por exemplo, refletivos, insulados ou Low-E, que barram parte desse calor;
  • Com brises de materiais diversos, incluindo vidros serigrafados, promovendo certo sombreamento;
  • Com o aproveitamento de localização e sombreamento do entorno, tais como o aproveitamento de sombreamento de montanhas, edifícios um arvores;
  • Com o dimensionamento correto do sistema de ar-condicionado;
  • Com utilização de persianas, cortinas e rolôs.

6 – Como evitar o excesso de ruído através das fachadas?

O problema pode ser prevenido com a utilização de vidros adequados, mais espessos, laminados ou com utilização de composições variadas em vidros insulados, associado a uma fachada com perfis acústicos. Ou, se não foi previsto o problema, com a construção de uma segunda fachada sobre a primeira em um retrofit completo. Ou ainda com a instalação de uma janela interna sobre cada uma anteriormente instalada. 

7 – Os raios de sol que atravessam as fachadas desbotam o mobiliário?

O vidro laminado possui em sua composição um filtro de raios UV

Os vidros laminados são capazes de filtrar até 99% dos raios Ultravioleta (UV), que são responsáveis por tais desbotamentos.

8 – Fechamentos de sacadas passam a ser parte da fachada?

Não, os fechamentos de sacadas são considerados um aditivo às fachadas e possuem uma norma técnica própria

9 – Fachadas precisam barrar a entrada de água da chuva?

Sim, a Norma de Desempenho das Edificações (NBR 15 575) determina que uma fachada de vidro precisa ser totalmente estanque. E o fabricante precisa garantir essa estanqueidade pelo período de 40 anos, indicando manutenções periódicas.

10 – Qual a diferença da fachada pele de vidro e da structural glazing?

Pele de vidro foi um termo utilizado na década de 70 para identificar as fachadas que, gradualmente, foram embutindo sua estrutura de alumínio e mostrando cada vez mais o vidro pelo lado de fora. Structural Glazing é o ápice dessa tendência, com vidros colados em estruturas internas que ficam totalmente embutidas.

Leia também: Diferenças entre vidros laminados e temperados

Sobre a Portal Vidros

A Portal Vidros foi fundada em 2003 com o intuito de atender as necessidades do mercado amazonense com a produção de vidros temperados de alta qualidade e distribuição de outros tipos, além de tudo o que vidraceiros e serralheiros precisam para a instalação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Outras matérias

6 ideias incríveis para a instalação de sua sacada de vidro!

Fechar sacadas, varandas e terraços com vidros se transformou em uma prática comum e, até mesmo, sonho de consumo para quem possui essas instalações em seus apartamentos ou sobrados. A novidade é que novos produtos estão surgindo para as sacadas de vidro. Nesta matéria repassamos seis ideias incríveis para você não errar na compra.

Ver mais »

Vidraceiro: como precificar o serviço e o custo do projeto?

Precificar corretamente pode definir o sucesso ou o fracasso de uma empresa. Se cobrar demais, corre o risco de ficar sem serviço. Se cobrar menos que os custos, pode se matar de trabalhar e, ao final do mês, ver que somente acumulou dívidas. Nesta matéria ensinamos sobre como as vidraçarias podem evitar de cair em armadilhas. E ainda expomos o caso específico do setor do projeto sem custo, que a maioria das vidraçarias praticam.

Ver mais »

15 ideias para usar espelho decorativo na sua casa!

Espelhos decorativos não são meros adornos para paredes. Eles podem ser utilizados também em outros locais. Quando instalados, promovem a sensação de maior amplitude aos ambientes e ajudam a economizar energia elétrica, uma vez que aproveitam melhor a iluminação natural durante o dia e ampliam a luminosidade artificial durante a noite. Em alguns casos os espelhos acabam se transformando na própria luminária. Conheça 15 ideias para utilização de espelhos decorativos em sua casa.

Ver mais »